Curso de Oratória 14 Junho 2013

alt

E-mail Imprimir PDF
 

**Pedro Luiz Dalbone da Cunha

Cada dia mais verificamos que as escolas oferecem, como atrativo, como um plus ao seu real dever de educar, recreação na piscina, fazendo com que os pais optem por este incremento na educação de seu filho. Não há dúvida de que a natação é um eficaz instrumento para o ser humano, mormente em se tratando de crianças no mundo atual, via de regra, vivendo em apartamentos. Assim, a natação proporciona benefícios físicos, terapêuticos, orgânicos, sociais e recreativos.

O que ocorre é que não há legislação sobre os deveres a serem observados pelas escolas no que se refere à segurança nas piscinas, fazendo-nos situar em verdadeira zona sombria, de insegurança.

Recentemente, meu afilhado de apenas três anos de idade, com o semblante tristonho me disse com riqueza de detalhes que quase morreu na aula de recreação na piscina. Situação não desejada para ninguém.

Leia mais...
E-mail Imprimir PDF
 

*Gilmar de Souza Gonçalves

ISENÇÃO TRIBUTÁRIA  -  I                           

“Quem paga a conta?” 

Tem grande importância a lição de Aliomar Baleeiro, em razão da qual percebemos o quanto a matéria jurídico-tributária reporta-se à idéia de como é compreendido o poder político, e à sujeição dos súditos de um Estado à dominação que sobre eles é exercida:

“ O tributo é vetusta e fiel sombra do poder político há mais de 20 séculos. Onde se ergue um governante, ela se projeta sobre o solo de sua dominação. Inúmeros testemunhos, desde a antiguidade até hoje, excluem qualquer dúvida”.  ( BALEEIRO, Aliomar. Limitações Constitucionais ao Poder de Tributar, Rio de Janeiro:Forense,2005.)

Leia mais...
E-mail Imprimir PDF
 

Direito do idoso! 14 Junho 2013

Tome conhecimento de um direito do idoso que todos devem conhecer e divulgar, e nem os hospitais, nem os planos de saúde divulgam.

De acordo com o Art. 16, Capítulo IV, da Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003 (Estatuto do Idoso): "Ao idoso internado ou em observação é assegurado o direito a acompanhante, devendo o órgão de saúde proporcionar as condições adequadas para a sua permanência em
tempo integral, segundo critério médico".

Leia mais...
E-mail Imprimir PDF
 
Confira aqui as comissões 2013.
 
Acesse aqui
E-mail Imprimir PDF
 


Página 46 de 48